sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Oração pelo congresso e eleição

Irmãos e irmãs do Ministério de Intercessão do Rio Grande do Sul

Paz e bem!

Escrevo para lembrar a todos que hoje inicia o congresso estadual, muitos já estão na estrada para participar, mas gostaria de pedir para você que vai ficar em casa e que por diversos motivos não poderá participar que se una nos próximos dias em oração pelo congresso e pela eleição de quem vai presidir o conselho estadual nos próximos dois anos. 
Na alegria de servir peço que o Senhor nos abençoe, guarde e proteja pela intercessão da Virgem Maria e São Miguel Arcanjo. 

Grande abraço.

Dilon Junior
Coord. Est. MI RCC/RS

Lembrete para o MI RCC/RS

Irmãos e irmãs do Ministério de Intercessão do RS

Paz e bem!

Na reunião dos coordenadores estaduais do Ministério de Intercessão RCC/Brasil foi feita uma escala de oração pelo conselho nacional e o Rio Grande do Sul é responsável em rezar por Francisco Simeão de Carvalho Lira (presidente do Conselho da RCC/RR) pelo Ministério de Fé e Política em todo o país. Por favor incluir essas intenções nas reuniões semanais do ministério de intercessão. 

Grande abraço.

Deus nos abençoe, guarde e proteja.

 “ninguém tem maior amor do que aquele que dá a vida por seus amigos” (cf. Jo 15,13).

Rede Nacional de Intercessão - Outubro 2013

altVida Fraterna e Intercessão eficaz
O relacionamento fraterno entre os intercessores interfere diretamente na sua intercessão que pode ser beneficiada ou prejudicada dependendo da qualidade do relacionamento entre os membros do grupo. Na Bíblia podemos encontrar alguns ensinos que nos ajudam a compreender esta realidade:
“Portanto, se trouxeres a tua oferta ao altar, e aí te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti, deixa ali diante do altar a tua oferta, e vai reconciliar-te primeiro com teu irmão e, depois, vem e apresenta a tua oferta”. (Mt. 5,23-24)
Neste trecho do Evangelho, Jesus é bastante claro quando ensina que a nossa oração não será atendida se guardarmos no coração qualquer sentimento mal contra o nosso irmão. O amor fraterno é a matéria prima para o milagre e Deus não realizará milagres através da nossa intercessão se não encontrar esta matéria prima que é produzida a partir do relacionamento fraterno entre os intercessores.
Porém, é preciso saber que para gerar o amor fraterno não é suficiente apenas o convívio nos momentos em que nos encontramos para exercer o Ministério; é preciso mais.  É necessário o nosso esforço para demonstrar afeto, carinho e amor e estes sentimentos não são demonstrados apenas com nossas palavras ou mesmo com as nossas orações, mas, sobretudo, através de atos concretos de amor.
Podemos correr o risco de passar muitos anos participando do Grupo de Oração e servindo no Ministério de Intercessão sem que aprofundemos os nossos relacionamentos. Ficando apenas no exercício do Ministério e na participação do Grupo de Oração sem nos deixar converter, sem nos envolver com os irmãos e nos contentando apenas com um relacionamento superficial de amizade.
No entanto, a proposta do Evangelho não é esta, a doutrina que Jesus veio nos apresentar é outra. É preciso que a Palavra de Deus que ouvimos semanalmente nos nossos Grupos de Oração nos transforme realmente, como aconteceu com os primeiros cristãos no início da Igreja. Quando as primeiras comunidades cristãs surgiram em Ato dos Apóstolos, vemos que a expressão máxima destas comunidades foi a fraternidade. “A multidão dos fiéis era um só coração e uma só alma” (At 4,32).
Foi este relacionamento fraterno entre os primeiros cristãos que fez a grande diferença no avanço da Igreja.O Senhor ia reunindo mais e mais pessoas e a Igreja ia crescendo, porque eles se amavam. Aliás, os cristãos eram conhecidos pelos não cristãos pelo amor que demonstravam uns pelos outros. E esse testemunho fazia com que mais e mais pessoas quisessem aderir ao cristianismo. O amor foi a principal virtude para que a Igreja, no início tímida e pequena, fosse angariando mais seguidores
A vida fraterna se constrói todos os dias. Recebida como um dom de Deus, ela exige de cada um conversão diária que confirma sua própria fidelidade e a de seus irmãos. Nosso amor a Deus e aos homens se prova e se revela na verdade de nossas relações. Ninguém pode desfrutar da alegria dessa vida sem se comprometer com o outro.
No entanto, sempre que se trata de relacionamentos humanos precisamos trazer em causa o pressuposto básico: somos humanos! E entre humanos, são normais as tensões decorrentes do fato de viverem juntos, pois fazem parte de um processo natural, comum a todas as sociedades e grupos. Aliás, estas tensões sempre hão de acompanhar a convivência de todo indivíduo dentro de um grupo. Seria ilusão pensarmos um relacionamento humano isento de qualquer possibilidade de tensão.
O Ministério de Intercessão é constituído por pessoas normais, com toda a potencialidade que lhes é própria, mas também com seus limites. Ele não se faz de pessoas perfeitas. Todas, em princípio, estão tomadas da mais pura intenção de viver em plenitude o seu ministério com todas as suas implicâncias, embora nem sempre o consigam. Mais ainda, somos pessoas humanas dotadas de uma natureza comum a todos, mas com uma história pessoal muito particular. Assim, a convivência humana como um todo é entrelaçada por contrastes e conflitos devidos às diferenças individuais, seja por temperamento, pontos de vista, modos de pensar e até por gostos.
Portanto, numa comunidade fraterna não se espera que as coisas aconteçam espontaneamente, senão que se deve buscar conscientemente o que se quer construir. Assim, como já falamos no grupo de intercessores, provavelmente teremos de fazer algum esforço para sermos mais delicados uns com os outros, mais atenciosos, mais cuidadosos, mais ternos, mais doces nas nossas palavras, gestos e atitudes. Assim, ser fraterno exige de cada um algum esforço continuado a fim de que se construa um ambiente caloroso e acolhedor entre os intercessores com o propósito de que todos se sintam bem para que a nossa intercessão obtenha o êxito que esperamos.
Se nos esforçarmos para viver o amor fraterno entre nós veremos maravilhas na intercessão e alcançaremos o mesmo êxito alcançado pelos primeiros cristãos que quando oravam viam suas preces serem atendidas de imediato. Mal acabavam de rezar, tremeu o lugar onde estavam reunidos. E todos ficaram cheios do Espírito Santo e anunciaram com intrepidez a palavra de Deus” (At, 4,31).
Meus irmãos, não há nada mais belo do que uma comunidade que se ama. Um amor que constrói, que edifica, que ilumina e supre tantas outras necessidades de que já falamos. A ausência de amor, ao contrário, traz os piores sentimentos. A inveja, o orgulho, a prepotência, o desrespeito, a injustiça. Quem ama é justo. Quem ama é verdadeiro. Quem ama é paciente. Lembremo-nos dos ensinamentos de São Paulo em sua carta aos Coríntios: “Por ora subsistem a fé, a esperança e a caridade - as três. Porém, a maior delas é a caridade” (I Cor 13,13).
Convivendo
a)     Nos meses de outubro a dezembro queremos motivar você a buscar um maior aprofundamento no seu relacionamento fraterno com os demais intercessores e servos do seu Grupo de Oração. Procure formas simples, mas concretas para demonstrar amor e carinho. Façamos entre nós uma saudável competição para saber quem ama mais.
b)    Também continuaremos a orar com At 4,29-31 e Eclo 36, conforme sugerimos na Rede Nacional de Intercessão dos meses de agosto e setembro/13.
Deus os abençoe!
Núcleo Nacional do Ministério Intercessão

INTENÇÕES PARA ESTE MÊS
  1. Pelo Encontro Nacional de Formação da RCC (ENF) que acontecerá de 23 a 26 de janeiro de 2014 em Aparecida/SP.
  2. Pela Reunião de Oração do seu Grupo de Oração (pelo pregador, dirigente, músicos e demais servos e pelas pessoas que participam da Reunião de Oração).
  3. Pelos Grupos de Oração na sua Diocese, no seu Estado e no Brasil.
  4. Pelos Ministérios da RCC no seu Grupo de Oração, na sua Diocese, no seu Estado e no Brasil.
  5. Pelas necessidades espirituais e financeiras dos escritórios diocesano, estadual e nacional da RCC.
  6. Pelos projetos da RCC na Diocese, no Estado, no Brasil na América Latina e no Mundo.
  7. Pelos eventos de evangelização da RCC no seu Grupo de Oração, na sua Diocese, no seu Estado e no Brasil.
  8. Pela Reunião dos Conselhos Diocesano, Estadual e Nacional que ainda acontecerão neste ano.
  9. Pelas coordenações do seu Grupo de Oração, da RCC na sua Diocese, no seu Estado e no Brasil (Coordenadora Nacional: Katia Roldi Zavaris e sua família).
  10. Pela Santa Igreja, pelo Santo Padre, o Papa Francisco, pelo seu Bispo diocesano, pelos Sacerdotes, pelos Diáconos, pelos Religiosos e Religiosas e pelos Seminaristas.
  11. Pelas casas de missão da RCCBRASIL.
  12. Pela construção da Sede Nacional da RCC do Brasil e pelos seus colaboradores.
  13. Para que todos os membros da RCC do Brasil se abram para a moção da Reconstrução.

Súplica Ardente dos Santos Anjos

Súplica Ardente dos Santos Anjos


Deus Uno e Trino, Onipotente e Eterno! Antes de recorrermos aos Vossos servos, os Santos Anjos, prostramo-nos na Vossa presença e Vos adoramos: PAI, FILHO e ESPÍRITO SANTO. Bendito e louvado sejais por toda a eternidade! Deus Santo, Deus forte, Deus Imortal: que todos os Anjos e homens, que por Vós foram criados, Vos adorem Vos amem e permaneçam no Vosso serviço!
E Vós, MARIA, Rainha de todos os Anjos, aceitai benignamente as súplicas que dirigimos aos Vossos servos; apresentai-as ao Altíssimo Vós que sois a Medianeira de todas as graças e a Onipotência suplicante a fim de obtermos graça, salvação e auxílio. Amém.
Poderosos Santos Anjos, que por Deus nos fostes concedidos para nossa proteção e auxílio, em nome da Santíssima Trindade nós vos suplicamos:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós suplicamos em nome de Preciosíssimo Sangue de nosso Senhor JESUS CRISTO:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos pelo poderosíssimo nome de JESUS:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos por todas as chagas de nosso Senhor JESUS CRISTO:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos por todos os martírios de nosso Senhor JESUS CRISTO:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos pela Palavra Santa de DEUS:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos pelo coração de nosso Senhor JESUS CRISTO:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos em nome do amor de DEUS tem por nós pobres:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos em nome da fidelidade de DEUS por nós pobres:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos em nome da misericórdia de DEUS por nós pobres:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos em nome de MARIA, Mãe de DEUS e nossa Mãe:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos em nome de MARIA, Rainha do Céu e da terra:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos em nome de MARIA, vossa Rainha e Senhora:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos pela vossa própria bem-aventurança:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos pela vossa própria fidelidade:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos pela vossa luta na defesa do Reino de DEUS:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos:
Protegei-nos com o vosso escudo!
Nós vos suplicamos:
Defendei-nos com a vossa espada!
Nós vos suplicamos:
Iluminai-nos com a vossa luz!
Nós vos suplicamos:
Salvai-nos sob o manto protetor de MARIA!
Nós vos suplicamos:
Guardai-nos no Coração de Maria!
Nós vos suplicamos:
Confiai-nos às mãos de MARIA!
Nós vos suplicamos:
Mostrai-nos o caminho que conduz à Porta da Vida: o Coração aberto de nosso Senhor!
Nós vos suplicamos: Guiai-nos com segurança à Casa do PAI Celestial!
Todos vós, nove coros dos Espíritos bem-aventurados:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nossos companheiros especiais e enviados por DEUS:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Insistentemente vos suplicamos:
Vinde depressa, socorrei-nos!
O Sangue Preciosíssimo de nosso Senhor e Rei foi derramado por nós pobres.
Insistentemente vos suplicamos: vinde depressa, socorrei-nos!
O Coração de nosso Senhor e Rei bate por amor de nós pobres.
Insistentemente vos suplicamos: vinde depressa, socorrei-nos!
Coração Imaculado de MARIA, Virgem puríssima e vossa Rainha bate por amor de nós pobres. Insistentemente vos suplicamos: vinde depressa, socorrei-nos!
SÃO MIGUEL ARCANJO: Vós, Príncipe dos exércitos celestes, Vencedor do dragão infernal, recebestes de DEUS força e poder para aniquilar, pela humildade, a soberba do príncipe das trevas. Insistentemente vos suplicamos que nos alcanceis de DEUS a verdadeira humildade de coração, uma fidelidade inabalável no comprimento contínuo da vontade de DEUS e uma grande fortaleza no sofrimento e na penúria. Ao comparecermos perante o tribunal de DEUS – Socorrei-nos para que não desfaleçamos!
SÃO GABRIEL ARCANJO: Vós, Anjo da Encarnação, Mensageiro fiel de DEUS, abri os nossos ouvidos para que possam captar até as mais suaves sugestões e apelos da graça emanados do Coração amabilíssimo de nosso Senhor. Nós Vos suplicamos que fiqueis sempre junto de nós, para que, compreendendo bem a Palavra de DEUS quer de nós. Fazei que estejamos sempre disponíveis e vigilantes – Que o Senhor, quando vier, não nos encontre dormindo!
SÃO RAFAEL ARCANJO: Vós que sois lança e bálsamo do amor divino, nós vos suplicamos, feri o nosso coração e depositai nele um amor ardente a DEUS. Que a ferida não se apague nele, para que nos faça perseverar todos os dias no caminho do amor – Que tudo vençamos pelo amor!
ANJOS PODEROSOS e nossos irmãos santos que servis diante do trono de DEUS, vinde em nosso auxílio.
- Defendei-nos de nós próprios, da nossa covardia e tibieza, do nosso egoísmo e ambição, da nossa inveja e falta de confiança, da nossa avidez na busca de abundância, do bem-estar e da estima pública.
- Desatai em nós as algemas do pecado e do apego às coisas terrenas. Tirai dos nossos olhos as vendas que nós mesmos lhes pusemos e que nos impedem de ver as necessidades do nosso próximo e a miséria do nosso ambiente, porque nos fechamos numa mórbida complacência de nós mesmos.
- Cravai no nosso coração o aguilhão da santa ansiedade por DEUS, para que não cessemos de procura-l’O, com ardor, contrição e amor.- Contemplai o Sangue do Senhor, derramado por nossa causa! Contemplai as lágrimas da vossa Rainha, choradas por nossa causa!
- Contemplai em nós a imagem de DEUS, desfigurada por nossos pecados, que Ele por amor imprimiu em nossa alma!- Auxiliai-nos a reconhecer a DEUS, adora-l’O, amá-l’O e servi-l’O! Auxiliai-nos na luta contra o poder das trevas que, disfarçadamente, nos envolve e aflige.
- Auxiliai-nos, para que nenhum de nós se perca permitindo assim que um dia nos reunamos todos, jubilosamente, na eterna Bem-aventurança. Amém.
SÃO MIGUEL assisti-nos com vossos Santos Anjos, ajudai-nos e rogai por nós!
SÃO GABRIEL assisti-nos com vossos Santos Anjos, ajudai-nos e rogai por nós!
SÃO RAFAEL assisti-nos com vossos Santos Anjos, ajudai-nos e rogai por nós!
Ó Deus, que organizais de modo admirável o serviço dos anjos e dos homens, fazei que sejamos protegidos na terra por aqueles que vos servem no céu. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho na unidade do Espírito Santo. Amém.

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Participe do XXIII Congresso Estadual da RCC - RS

XXIII CONGRESSO ESTADUAL DA RENOVAÇÃO CARISMÁTICA CATÓLICA – RS
Data: 25, 26 e 27 de outubro de 2013
Local: Ginásio de Esportes – Tramandaí-RS



PRESENÇAS:
- Kátia Roldi Zavaris - presidente do Conselho Nacional da RCCBrasil;
- Onazir Conceição – secretário geral da RCCBrasil;
-Ironi Spuldaro – missionário da RCC;
- Dom Jaime Pedro Kohl – bispo da Diocese de Osório;
- Conselho Estadual da RCC RS.

ANIMAÇÃO:
- Ministério de Música Santos Guerreiros.

INSCRIÇÕES:
- Apresentar o comprovante de depósito bancário, ou efetuar o pagamento na entrada do Congresso para retirada da pulseira e ter direito a ingressar no local.

VALORES:
- até o dia 15.10.2013 depósito em conta corrente - valor: R$ 40,00;
- após somente no local do evento – valor: R$ 50,00;
- valores referentes somente à inscrição, não estão inclusas hospedagem e alimentação.

FORMA DE PAGAMENTO:
- depósito bancário: Banco do Brasil S.A.;
- agência: 0084-1 – Rio Grande – RS;
- conta: 44.501-0 Escr Est R Carismática Católica RS.

CONGRESSINHO:
- idade para participar: até 12 anos.
- valor: R$ 12,00 (referente a lanches durante o evento).

ENTREGA DAS PULSEIRAS:
- dia 25.10 a partir das 19:00 horas, no local do evento.
- indispensável à apresentação do comprovante do depósito bancário.

HOSPEDAGEM:
- consultar lista de locais com o seu Coordenador Diocesano.
- inscrição e hospedagem dos motoristas é da responsabilidade da organização da caravana/excursão.
Contato:
Escritório Administrativo da Renovação Carismática Católica no RS
rua: João Alfredo, 532 - 96200-260 Rio Grande – RS
fone: 53-32318594 – das 14:00 às 17:30 h
e-mail: [email protected] - site: www.rccrs.com.br

Faça conosco Jejum Daniel


Paz e bem!

Irmãos e irmãs do Ministério de Intercessão do Rio Grande do Sul dia 1° de outubro iniciaremos Jejum de Daniel, juntamente com os intercessores do estado do Paraná e Santa Catarina, sob proteção da Virgem Maria, nas intenções abaixo:

INTENÇÕES:

1. Pelos intercessores do Regional - Sul SC,PR e RS que estão unidos nesteJejum de Daniel que inicia dia 01.10.2013 e encerra dia 21.10.2013;
2. Pela Igreja e pelas vocações;
3. Pelo Congresso Estadual da RCC/RS em Tramandai nos dias 25 a 27 de outubro;
4. Pela eleição da coordenação estadual do RS.

Sabemos da importância do Jejum e é necessário que o façamos para que juntos tenhamos vitória contra nossos inimigos espirituais, reze conosco com muita fé e muito amor nesses 21 dias. 

JEJUM DE DANIEL
 
“Naqueles dias eu, Daniel, estava pranteando por três semanas inteiras. Nenhuma coisa desejável comi, nem carne nem vinho entraram na minha boca, nem me ungi com ungüento, até que se cumpriram as três semanas completas.” (Dn 10,2-3) 
 
A passagem acima descrita, tirada do livro de Daniel, é o exemplo clássico de um “jejum parcial” realizado em meio às atividades do dia-a-dia, com o propósito de alcançar de Deus a revelação de sua vontade. Chamamos “jejum parcial” porque consiste na aplicação de uma dieta limitada, ao invés da abstinência absoluta de alimentos.
 
Está claro que existe um valor muito grande neste tipo de jejum. Lendo os versículos seguintes deste capítulo de Daniel, verificamos que o culminar deste jejum foi uma tremenda visitação do anjo do Senhor com uma revelação indispensável a respeito das batalhas que se travam nas regiões celestes (vers.13-22). Além disso, o próprio Senhor, em sua visita a Daniel, assegura com palavras encorajadoras a eficácia de seu jejum e penitência: “Não temas, Daniel, porque desde o primeiro dia em que aplicaste teu espírito a compreender, e em que te humilhaste diante de teu Deus, tua oração foi ouvida, e é por isso que eu vim”. (vers.12)
 
Aleluia! Quando nós somos movidos pelas promessas de Deus e numa atitude que o agrada, começamos a transformar esta promessa em realidade no jejum e na oração; no momento mesmo em que nosso coração se humilha e busca a face do Senhor, nossas palavras são ouvidas no céu.
 
Daniel dedicou três semanas (21 dias) ao jejum e à oração. O tempo dedicado aojejum é reservado para buscar o Senhor, mesmo em meio às atividades cotidianas. Em Mt 6, 1-18 vemos como Jesus indica o jejum, a oração e a esmola como sinais característicos da vida de um cristão fiel. Em alguns momentos de decisão, porém, somos convidados a intensificar nossa comunhão com o Senhor. Segundo o desejo de Jesus, devemos fazer isto sem ostentação, mas com discrição e buscando agradar somente ao Pai.
 
Outro fator importante em um tempo de jejum é o propósito que nos move a fazê-lo (pelas intenções citadas acima). Um jejum sem propósito definido é como vagar num túnel escuro, sem saber de onde vem ou para onde vai. Olhando as Sagradas Escrituras, encontraremos muitas razões que levaram as pessoas ao jejum. Se vamos jejuar, temos que ter objetivos firmes e claros pelos quais lutar: Estar em Deus; receber sua palavra e alguma orientação/propósito concreta; interceder por alguém ou alguma situação; enfrentar Satanás e suas tentações. Pedimos que você ore e peça que o Senhor revele sobre que intenções particulares você deve rezar. Que pessoas estão perto de você e longe de Deus? Que situações precisam ser saradas pelo Senhor em sua vida, etc? Anote num papel essas intenções particulares e deixe-as à mão, para que você recorde durante a oração pessoal.
 
Lembre-se  também das intenções que foram propostas pelo Ministério de Intercessão da RCC/RS para este jejum.
 
Como se faz esse jejum?
 
Por três semanas (21 dias), somos convocados a um jejum parcial. Será um tempo de maior oração e dedicação ao Senhor. Durante este tempo, evitaremos alimentos pêlos quais buscamos saciar mais nosso gosto/prazer do que as necessidades reais do nosso organismo (doces, refrigerantes, excesso de frituras ou outros alimentos que constituem hábitos alimentares aos quais estamos apegados).
 
Além disso, evitando extravagâncias, vamos escolher entre duas opções: ou iniciar a alimentação diária só a partir das 12 horas, ou simplesmente cortar uma das refeições do dia. Cuidado somente para não “descontar” na próxima refeição para compensar o que foi omitido. Pessoas que fazem uso de medicação devem estabelecer o jejum em conformidade com o horário dos remédios. Pessoas com problemas de pressão ou diabetes, ou outro tipo de limitação de saúde, devem conhecer as necessidades do seu organismo e adaptar o jejum. Pessoas que não podem fazer nenhum tipo de restrição na alimentação podem fazer jejum de televisão, conversa ou outras coisas. Mas lembre-se: inicialmente o jejum consta de algum sacrifício na alimentação.
 
No 1º dia do jejum faça uma consagração, com um bom momento de Adoração, Louvor e se possível participação de missa. Escreva num papel as intenções pelas quais você vai oferecer o jejum (peça ao Espírito Santo que lhe revele o que será a motivação do seu tempo de penitência e escuta).
No 21º dia, ou seja, no final da terceira semana de jejum, faça um momento de ação de graças ao Senhor, por tudo o que Ele nos dará em função desse dias; se possível também participe de uma missa em ação de graças.
 
Sugestão de roteiro para oração pessoal nos dias de jejum:
 
1o. dia – Ore com Romanos 4, 18-21 e confie no Deus que é fiel e poderoso.
2º. dia – Ore com Romanos 5, 3-5 e renove sua esperança nas tribulações. 
3º. dia – Ore com Romanos 8, 15 e clame com o Espírito Santo ao seu Pai eterno. 
4º. dia – Ore com Romanos 8, 28 e declare que todas as coisas concorrerão para seu bem, para a glória de Deus. 
5º. dia – Ore com Romanos 8, 31-38 e celebre sua vitória em Cristo sobre todo o mal. 
6º. dia – Ore com Romanos 10, 9-13, proclame o senhorio de Jesus e receba salvação. 
7º. dia- Ore com Romanos 12, 1-2 e peça ao Senhor a renovação do seu espírito e da sua mente. 
8º. dia – Ore com 1Coríntios 1, 7-9 e louve o Deus fiel que o guarda seguro até o fim. 
9º. dia – Ore com 1Coríntios 3, 16 e adore o Espírito Santo que mora em você! 
10º. dia – Ore com 1Coríntios 6, 19-20 e agradeça ao Senhor por tê-lo comprado pelo sangue de Jesus. 
11º. dia – Ore com 1Coríntios 13, 4-7 e peça que o Senhor encha o seu coração de amor. 
12º. dia – Ore com 2Coríntios 4, 16-18 e glorifique a Deus porque suas tribulações são passageiras. 
13º. dia – Ore com 2Coríntios 6, 1-2 e faça do dia de hoje o tempo de Deus em sua vida.
14º. dia – Ore com 2Coríntios 10, 3-5 e trave um combate espiritual com a armadura de Deus. 
15º. dia – Ore com Gálatas 2, 19-20 e experimente a vida de Cristo pulsando em você. 
16º. dia – Ore com Gálatas 4, 6-7 e louve a Deus, de quem você é filho e herdeiro. 
17º. dia – Ore com Efésios 1, 3-14 e adore o Senhor por suas maravilhas em nosso favor. 
18º. dia – Ore com Efésios 2, 8-10 e agradeça pela salvação recebida por uma vida santa. 
19º. dia – Ore com Efésios 2, 13-18 e derrube os muros de inimizade em sua vida.
20º. dia – Ore com Efésios 3, 20-21 e louve o Pai que faz muito mais do que pedimos. 
21º.  dia – Ore com Efésios 4, 31-32 e comece uma vida nova de perdão e de paz. 


Com a Virgem Maria rezemos na certeza da vitória pelo poder do Sangue de Jesus:
"Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil, livrai-nos de tudo o que possa ofender-Vos e ao Vosso Santíssimo Filho Jesus.
Nossa Senhora Aparecida, preservai-nos de todos os perigos da alma e do corpo, Dirigi-nos em todos os assuntos espirituais e temporais,
Livrai-nos da tentação do demônio, para que, trilhando o caminho da virtude, Possamos um dia ver-Vos e amar-Vos na eterna glória.
Nossa Senhora Aparecida rogai por nós."